CLUBE PARANAENSE DE CICLISMO DE MONTANHA

LANÇAMENTO OFICIAL SRAM XX

Sram lança oficialmente o grupo XX

O grupo americano mostra sua força


Agora o anúncio é oficial.

A SRAM lança o seu primeiro grupo totalmente voltado para o mountain bike cross country, o XX.





Desenvolvido por um grupo especializado de engenheiros e designers em seis países, o XX vem num novo padrão de tecnologia para o MTB, testado pela equipe global de ciclistas SRAM.

Visual arrojado, alta tecnologia e leveza caracterizam o grupo.

De tudo apresentado, uma coisa passa por despercebido pela sua beleza: parafusos torx. Praticamente todos eles são da mesma medida (T25), o que facilitará a regulagem com a exclusão de chaves. Que maravilha!

O câmbio traseiro XX tem a estrutura de fixação da gancheira de magnésio - novidade. O sistema de guia do cabo de aço ficou escondido. O que evitará a quebra da peça em caso de quedas.

O câmbio dianteiro XX apresenta 25 configuarações: direct mount, abraçadeira alta, abraçadeira baixa, puxa por cima, puxa por baixo; e em todas as medidas de quadros que possam existir. Alguns modelos têm uma braçadeira de aço permite uma regulagem mais fácil e leve com opções das medidas. A construção e design da peça também chamam atenção.



Os passadores trigger aparentemente seguem a "mesma linha" dos demais da marca, sendo que alguns detalhes como afinamentos (avalanca mais confortável) devido o sistema de 10 velocidades e uma lapidada para dar um charme especial. Sem esquecer do glamur da capinha de carbono.

O cassete é do futuro. Essa frase com certeza será falada por muitos. A catraca maior é feita em alumínio, prensada junto ao resto da peça, que é usinado a partir de um bloco único de aço, totalmente aliviado. A "catracona" terá opção de substituição, caso tenha desgaste ou até mesmo escolher uma específica para aquele circuito.

O pedivela será em carbono com duas coroas. Sem muito o que falar dele, dois modelos farão parte: GXP e BB30. Este último é a nova tendência do mercado para bikes tops.

Os rotores dos freios têm duas partes: aço (área de frenagem) e alumínio (spider); para diminuição de peso.

As manetes dos freios (brake lever) e calipers também acompanham o mesmo perfil do freio Elixir, mas com algumas pequenas alterações.

Três peças em uma

Outra peça que chama atenção é o novo Matchmaker X (uma "opção" de fixar a manete (Avid) e passador (Trigger)). A SRAM produziu uma que conjugou os dois associada a trava da suspensão. Já não bastava cabo de aço nos sistemas Poploc, como todas as travas, ela fez com sistema hidráulico: XLoc. Surpreendente!



Descrição do peso das peças:

SRAM XX - Câmbio traseiro: 181g
SRAM XX - câmbio dianteiro: 118g
SRAM XX - passadores trigger: 183g (par)
SRAM XX - catraca: 208g (11-36T); 185g (11-32T)
Truvativ XX - Pedivela + movimento central: 754g (GXP); 694g (BB30);
SRAM PC-1090R - Corrente: 255g
Avid XX - Freios a disco brake 288g (+ rotor)

Suspensões da série


O SRAM XX terá umas suspensões de série. As especificações dos sistemas ainda não foram divulgadas, mas tudo indica que nada seja mudado por enquanto, já que levaram o nome do grupo. Apenas o grafismo foi modificado, além, é claro, da trava hidráulica. Se tivermos mais informações técnicas, divulgaremos em breve.

RockShox SID XX World Cup - 1436g
RockShox SID XX - 1546g
RockShox Reba XX - 1651g; 1781g (20mm)
RockShox Revelation XX - 1695g; 1825g (20mm)

Crítica


Realmente a SRAM surpreendeu com o XX. Altamente inovador, o grupo americano reforça a titularidade da empresa mais inovadora nos últimos anos no mercado de bike alto padrão, se é que podemos dizer assim.

Mas uma coisa que não quer calar são os cubos e os passadores grip shift. Quando serão os lançamentos? O passador, com certeza algum design deve ser apresentado.

Pelo lado dos cubos, tudo indica que não, já que a marca de rodas Zipp foi adquirida recentemente pelo grupo americano. Com certeza a publicação de um jogo de rodas será esperado por todos, principalmente pelos "Sramaníacos".

Mas muita coisa está por vir. A SRAM já deve ter algum projeto de rodas guardada ou até mesmo sua equipe já está testanto. Mas como rodas são bem mais delicadas, demorará para apresentá-las. Ou melhor, um atleta "neutro" e top pode usar a quaquer momento.

Quem sabe Julien Absalon teste, pois seu contrato de rodas encerra depois da World Cup. Vamos esperar.

FONTE: PEDAL.com.br

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

VISITANTES ONLINE

site statistics

TOTAL DE VISITAS