CLUBE PARANAENSE DE CICLISMO DE MONTANHA

FEDERAÇÃO PAULISTA DE MTB

FUNDADA A FEDERAÇÃO PAULISTA DE MTB
F.P.M.T.B.

Com a iminente segmentação do universo ciclístico brasileiro em três grandes áreas (Ciclismo, Mountain Bike e Bicicross), a fim de aperfeiçoar e melhorar a estrutura organizacional e operacional do esporte no país, a qual vem passando por inúmeros dissabores e “abandonos” nos últimos 10 anos, foi criada em Abril de 2009 a CBMTB – Confederação Brasileira de Mountain Bike, Entidade Federal de Administração do Mountain Bike, a qual se junta a outras duas entidades já existentes, a CBC – Confederação Brasileira de Ciclismo (Entidade Federal de Administração do Ciclismo de Estrada e de Pista) e a CBBX – Confederação Brasileira de Bicicross (Entidade Federal de Administração do Bicicross), para gerir o esporte no país, buscando difundir e incentivar o mesmo, elevando seu nível e fomentando políticas públicas de inclusão em todo o território nacional. Dentro deste contexto, estão sendo fundadas Federações Estaduais de Administração do Mountain Bike em todo o país, tendo como uma das metas a criação de mais de 20 Federações Estaduais vinculadas a CBMTB até o final de 2009, buscando, desta maneira, integrar e abranger todo o país com representatividade nacional e, não distante, internacional. Inicialmente os céticos podem afirmar que a segmentação é impossível, que não dará em nada e não agregará nada ao esporte, mas estão sumariamente enganados. O que está acontecendo hoje no Brasil, é uma reestruturação do esporte e por que não dizer revolução, já que é sabido por todos da crise que o MTB e BMX brasileiro se encontram mergulhados, há anos. Inclusive na esfera legal, jurídica e burocrática, esta segmentação que está ocorrendo em nosso país possuiu precedentes legais e reconhecidos pela UCI em todo o mundo e, para exemplificar, nem precisamos ir muito longe, podemos citar o ocorrido recentemente com nossa vizinha Argentina, onde foram criadas 03 Confederações (assim como no Brasil) e a cada ano olímpico é o Presidente de uma das entidades que representa a delegação nacional, alternando o mesmo de quatro em quatro anos em perfeita sincronia. Desta maneira, surge, em 2009, a Federação Paulista de Mountain Bike - FPMTB, uma Entidade de Administração Estadual Desportiva de Mountain Bike, de direito privado e sem fins lucrativos, regendo-se por seu Estatuto e pelas Leis e normas que regem o desporto em nosso país, que está regularmente inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e na CBMTB, e terá como Presidente no primeiro quadriênio o Sr. Clayton Palomares. Clayton reside em Rio Claro, cidade do interior de São Paulo que possui por volta de 200.000 habitantes e vem desenvolvendo inúmeros projetos no meio ciclístico há anos. É bacharel em Administração de Empresas com habilitação em Marketing, já foi pesquisador do Laboratório de Estudos do Lazer na UNESP-RC, dirigente de equipes de ciclismo e de mountain bike e esteve envolvido na organização e realização de inúmeros eventos em todo o país, como o auxilio na organização das etapas brasileiras da Copa do Mundo de Mountain Bike em 2005 e 2006, inclusive, realizando o I CBAA – Congresso Brasileiro de Atividades de Aventura, o primeiro evento de caráter científico junto a uma etapa de Copa do Mundo, no ano de 2006 em Balneário Camboriú, além de outras atividades e projetos que permeiam seu currículo e o levaram a ocupar a presidência da FPMTB e a diretoria administrativa da CBMTB. “Sempre pratiquei todas as modalidades do MTB, embora tenha tido pouco sucesso em algumas que requerem um maior nível de especialização e técnica como o Trial, por exemplo. Comecei aos 12 anos no Cross Country e hoje participo mais de provas de Downhill, mas me considero um Freerider por natureza, principalmente devido ao conceito de liberdade e superação de limites pessoais inserido na modalidade. Mesmo com a correria do dia-a-dia focado na administração esportiva, tento sempre estar sob uma bike, seja me locomovendo, trabalhando ou me divertindo” – afirmou Clayton que possui uma bike de XC, uma de DH e outra de 4X para tentar praticar o máximo de modalidades do MTB. No ano de sua criação a FPMTB já está desenvolvendo inúmeros projetos que irão, literalmente, renovar o MTB paulista e brasileiro. Com novas concepções e ideologias a FPMTB terá foco no ciclista de maneira geral e não somente no atleta de alto rendimento, e buscará transmitir o conhecimento criando diretrizes e repassando-as para todas as cidades do estado interessadas em desenvolver o Mountain Bike, nomeando representantes em cada uma destas cidades. Dentro das metas traçadas pela FPMTB estão: projeto piloto e diretrizes para implantação do Mountain Bike em Unidades de Conservação; inclusão do Cross Country Olímpico nos Jogos Regionais e Jogos Abertos; criação de um ranking coeso, com inúmeras provas que somem pontos para o mesmo ao longo do ano; programas de capacitação e treinamento de profissionais; criação de escolinhas de mountain bike para crianças, jovens e adolescentes; projetos de inclusão da bicicleta como um importante componente da mobilidade urbana; fomento do mountain bike amador e recreativo; aproximação da modalidade às Universidades e centros de pesquisa; dentre outros, que buscam colocar o Mountain Bike em lugar de destaque entre os esportes, onde sempre mereceu estar. Não é a toa que a nova entidade quer mostrar trabalho, afinal, o estado de São Paulo é o detentor da maior quantidade de ciclistas filiados à entidades e participando de provas na temporada. Inclusive, para obter maior respaldo da administração pública e privada, a FPMTB está alinhada a ideologia do Ministério dos Esportes, tendo como um de seus princípios democratizar o acesso à prática e à cultura do esporte de forma a promover o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens, como fator de formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida, prioritariamente em áreas de vulnerabilidade social. A FPMTB abrirá as portas em Agosto, quando realizará sua primeira Assembléia Geral aberta a todas as pessoas interessadas no desenvolvimento do mountain bike no estado, no dia 20 de Agosto, na cidade de Rio Claro, interior Paulista, mas já vem preparando inúmeras surpresas aos bikers paulistas que serão divulgadas em breve, bem como a abertura das filiações e a divulgação do calendário de provas.

FONTE:

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

VISITANTES ONLINE

site statistics

TOTAL DE VISITAS