CLUBE PARANAENSE DE CICLISMO DE MONTANHA

Atletas Shimano conquistam bons resultados no Brasileiro de XCO







































Edivando Cruz é Top 4 e Odair Pereira é Top 8 em Campo Largo (PR)

19 de julho de 2010 – Os atletas Edivando Cruz e Odair Pereira, da equipe Scott/ProShock /Vzan/Santa Rita/Shimano-PRO, disputaram neste domingo – dia 18 de julho – em Campo Largo (PR) a prova mais esperada do ano no cross country olímpico (XCO), etapa única do Campeonato Brasileiro de MTB que distribuiu pontos no ranking nacional e internacional de ciclismo, visando a participação dos atletas brasileiros nos Jogos Olímpicos de Londres 2012.
 
O bicampeão brasileiro de XCO em 2004 e 2009, Edivando Cruz estava muito bem preparado e motivado para defender seu título, no entanto, as péssimas condições do percurso coberto por muita lama, comprometeram o melhor rendimento do ciclista natural de Ilha Bela (SP). “Todos nós atletas tivemos que nos superar, alguns não puderem sequer terminar a prova. O barro começou a grudar cada vez mais no equipamento a cada volta. Parei duas vezes para lavar a bike num lago no meio do percurso, para poder carregar a bike nas costas com menos peso”, contou Vando que terminou na 4ª colocação em 2 horas, 10 minutos e 16 segundos, 12 minutos atrás do campeão Ricardo Pscheidt.

O campanheiro da equipe Scott/ProShock /Vzan/Santa Rita/Shimano-PRO, Odair Pereira também fez um boa prova, terminando em Top 8 na categoria Elite Masculina. “A prova foi muito dura pois o circuito estava impossível de se pedalar em torno de 80 a 90% do seu trajeto,” avaliou.

“A chuva que caiu desde de quinta-feira parou no sábado a noite e as trilhas em vez de molhadas ficaram enlameadas, fazendo a prova de XC virar uma prova de corrida a pé”, avaliou Odair Pereira. “Eu pessoalmente não tenho treinado corrida a pé por conta do meu problema no joelho e pelo mesmo motivo precisei reduzir a carga de treino, lutei para terminar a competição e somar os pontos do ranking. Confesso que fiquei feliz de ter superado a dor e todas as adversidades do terreno e terminado a prova, pois o número de desistências e quebras foi muito grande (13 atletas da Elite não terminaram a prova)”.

“Também fiquei feliz em comprovar a eficiência do equipamento em condição tão extrema. Todo o conjunto continuou funcionando perfeitamente mesmo entupidos de barro. (suspensão, câmbios e trocadores de marcha continuaram precisos durante toda a prova, afirmou Odair que realmente colocou à prova o grupo Shimano XTR e os componentes PRO.

Outros ciclistas que pedalaram os componentes Shimano e PRO foram: Kleber Nascimento (Soul Cycles/ Levorin) e Julyana Machado (GDF / UDF). Kleber finalizou na 11ª colocação e Julyana terminou na 13ª posição, nas categorias Elite Masculino e Feminino, respectivamente.

Os ciclistas Edivando Cruz e Odair Pereira têm o patrocínio de Shimano, ProShock, Scott, Vzan, Santa Rita Iluminação. Apoios: Componentes PRO, Maxxis, Calypso, HE Treinamento Esportivo, Joe’s No Flats e Ryders óculos.

Mais informações sobre os componentes SHIMANO XTR, visite: www.ridextr.com (em inglês) ou http://bike.shimano.com.br

Fonte: Mbikecom / colaboração Carlos Ghiraldelli
Fotos: PPPress/Divulgação
Via: BikeNaMídia

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

VISITANTES ONLINE

site statistics

TOTAL DE VISITAS