CLUBE PARANAENSE DE CICLISMO DE MONTANHA

MEU 1º PÓDIO INTERNACIONAL!

Por Jaque Leal de Borba

Nossa, hoje o dia foi cheio!

Eu competi minha primeira prova aqui no Canadá, na cidade de Baie-Saint-Paul. Largamos às 09 horas da manhã na etapa "Coupe Cycliste Charlevoix".

Foi muito legal competir com tantas meninas da minha categoria (Minime).



Olha só o tanto de crianças participando das provas!!! Esta categoria é a da "joaninha" :-) "Coccinelle" em francês.


Eu consegui chegar na 3a posição e este é o meu primeiro podium internacional!!!!




Depois fomos visitar a ilha "Aux-Coudres", pedalamos na ilha para soltar as pernas e caçar tesouros....olha só o que a gente achou:




E tinha muitas.....




Bem docinhas...




Boa noite para todos e até amanhã!

LAR NOSSA SENHORA APARECIDA



O Lar, como é conhecido no meio biker, é uma Instituição social - uma equipe de Mountain Bike, uma loja de bicicleta, um centro de treinamento, um local de alfabetização, uma grande família, tudo isso e muito mais é o Lar Nossa Senhora Aparecida.

A instituição social fica em Parelheiros, zona Sul da cidade de São Paulo, bairro periférico, situado a aproximadamente duas horas de carro do centro da cidade. O Lar abriga crianças e jovens carentes e tem como principal atrativo o esporte - o ciclismo, em particular.



História e Atividades

O Lar nossa Senhora Aparecida foi criado em 1993, e fundado oficialmente em 1995. Desde essa época o casal fundador percebeu que o verdadeiro sentido de uma obra filantrópica estava em sua característica educacional como base da promoção. O casal Ricardo e Selma Cocuzzi fizeram da dedicação às crianças, um projeto pessoal. "Sempre tive vontade de trabalhar com crianças. Mas não sabia como. As coisas acontecem em nossas vidas sem a gente perceber. Quando me dei conta, tinha um lar cheio de crianças", conta Ricardo.

Desde cedo o casal percebeu que promover pessoas em situação de carência emocional e física implicava em educá-las. Não bastava dar-lhes uma roupa hoje, uma cesta de alimentos amanhã, um brinquedo no Natal. Era indispensável trabalhar e alterar o estado social, educacional, econômico e ético das crianças. Neste sentido, assistir é educar - Educar é orientar na direção do bem comum. Significa atuar diariamente desde muito cedo, para fixação de bons hábitos de saúde física e mental, para aquisição de valores da ética pessoal e social, de habilidades que permitam o exercício profissional. Nestes anos de trabalho mais de 250 crianças já foram beneficiadas pelo trabalho social e esportivo do Lar.



Tudo começou quando Ricardo (foto) achou uma criança jogada perto do lixo de uma padaria em Parelheiros, onde morava com sua mulher em uma casa abandonada. Depois dessa criança, vieram mais sete. Da casa, Ricardo mudou para sua loja de bicicletas em Santo Amaro. Logo, eram o casal mais 14 crianças morando na loja, autorizados como "tutores de abrigo". Mais tarde, foi possível conseguir a "guarda permanente" de todas. "Elas eram renegadas e revoltadas. Sem perspectiva de vida, foi por meio do esporte que conseguimos colocar um sorriso nelas".

Ricardo teve ajuda para construção da casa em um terreno de 12 mil metros quadrados. Ali existe uma ala masculina, uma feminina, e área de serviços, com oficina, cozinha e salão de estudos. Há ainda lago com peixes e uma pista para treinos de corrida e mountain bike - as crianças participam de competições.

A vida da casa gira em torno do esporte - o lema é "Esporte é Vida". A atividade esportiva foi o meio escolhido para a recuperação da auto-estima das crianças, para a criação de um sentido de grupo, de um objetivo comum e de objetivos pessoais. Atualmente a equipe Lar Nossa Senhora Aparecida participa de provas de mountain bike e ciclismo em diversas faixas etárias, no masculino e no feminino. Com o incentivo de Ricardo e Selma, o Lar obteve resultados expressivo em provas de todas as modalidades da Federação Paulista de Ciclismo; Ricardo, que quando jovem foi ciclista profissional pela Caloi, é o técnico de todos, embora também participe das corridas.

Pré-requisito para todos é estudar, todas as crianças freqüentam regularmente a escola no centro de Parelheiros, localizado a aproximadamente três quilômetros do lar. Quem não estuda não pedala. Além do estudo todos recebem orientação moral e religiosa, aulas de computação e de manutenção de bicicleta e cooperam nas tarefas domésticas diariamente. O mais velho, Cleiton Ferreira Santos, dá aulas de alfabetização para as pessoas mais carentes da região autorizado pela Sub-prefeitura de Parelheiros; ele fez um curso técnico e é o responsável por uma sala do MOVA (Movimento de Alfabetização), onde são dadas as aulas de reforço escolar e alfabetização de adultos.



Situação econômica

O que mantém o Lar atualmente é o conserto de bicicletas, máquinas de lavar, faixas promocionais, banners, bazar da pechincha, vendas de peças de bicicletas e de prêmios de competições e as doações da comunidade solidária. Ricardo criou uma pequena loja de bicicleta no galpão ao lado da casa. A loja atende principalmente a região de Parelheiros através da propaganda boca-a-boca, recebe pelo trabalho de assistência técnica (Ricardo e Cleiton são exímios mecânicos de bicicletas) e pela venda das peças recebidas em competições e principalmente de várias bike shop da cidade de São Paulo e região - vejam as logos dos parceiros do Lar:

Bikes Tv

Multi Bike
VolareProShock




Conta-nos Ricardo: "Nós recebemos quadros, peças e acessórios variados. Alguma vezes nos enviam quadros novos, como estes da Volare - aponta uma parede com vários quadros da marca -, em 2007 a Levorin nos dava pneus todo mês, mas trocou a diretoria da empresa e agora pararam. Muitas vezes as lojas nos ligam para passarmos lá, porque separaram material para nós. Maurício, da Ciclo Ravena, doou-nos algumas bicicletas recentemente, outro dia o pessoal da Total Bike telefonou para avisar que tinham peças usadas separadas para pegarmos. Muitas vezes um cliente passa em uma loja, compra uma peça nova e deixa a usada lá, eles separam para nós".

Os jovens e crianças que lá vivem dependem completamente do Lar, não há nenhuma remessa regular de recursos. Os jovens são encaminhados pelo Conselho Tutelar que entra em contato e pede a colaboração do casal para abrigar alguma criança. "Muitas vezes a criança já passou por outros lugares e não deu certo, então ligam para nós. Aqui todos são aceitos, mas é obrigatório estudar, cooperar com o trabalho da casa e fazer esporte". As despesas são enormes e constantes, os gastos são com pessoal, encargos sociais, transportes, medicamentos, alimentação, vestuário, energia, equipamentos e manutenção do prédio. O apoio das pessoas que os conhecem é sempre importante para a manutenção da boa condição de vida das crianças. Atualmente eles estão a tentar conseguir fechar convênios, parcerias e patrocínios, já que não tem nenhuma ajuda governamental.

O Lar procura traçar objetivos para ampliar os benefícios. Recentemente conseguiram um micro-ônibus que facilitou muito os deslocamentos para as competições e para atender necessidades prementes da casa, como ir ao Ceasa, por exemplo. É importante buscar perspectivas para todos, pois só desta forma é possível aumentar cada vez mais a auto-estima dos jovens.

Regularmente o Lar também organiza pequenos eventos. Duas a três vezes por ano eles organizam competições na região e convidam a todos. Em junho é comum ser feita uma Festa Junina para toda a comunidade, onde são montadas barracas de brincadeiras, comidas típicas e um mini-bazar para a venda dos materiais que recebem e/ou constroem. Em outubro comemoram o aniversário deles e o dia das crianças no dia 12, com uma grande festa e gincanas, aberta também para toda comunidade. Em dezembro, comemoram o Natal, festa aberta também para toda comunidade.

Seja solidário, seja um biker - Pedalar também é estender a mão, é olhar o próximo e ser exemplo.

Contatos para doações e visitas :

Ricardo / Selma / Cleiton

Via Sta. Maria, 82/ Jd. Sta. Cruz - Parelheiros-SP

Tel.: 5920-3505

Cep 02362-020

Lar Nossa Senhora Aparecida Via Santa Maria 82 Jd, Sta cruz - Parelheiros cep 02362-020

tel: (0xx11) 5920-3505

Como chegar ao Lar nossa Senhora Aparecida a partir do centro de Parelheiros:

Ir até o centro de Parelheiros, seguir a direita no sentido Marsilac/Cipó na estrada Engenheiro Marsilac, quando passar uma subida com um pasto ao lado direito, continua e entra na primeira entrada em terra chamada Estrada do Taquaral, a direita, adiante verá uma placa “Mosteiro da Esperança”, segue em frente, entrar na primeira a direita novamente, segue em frente, verá um placa São Paulo, continua em frente, entrar na segunda entrada ainda em terra a direita e verá o portão do Lar Nossa Senhora Aparecida.




0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

VISITANTES ONLINE

site statistics

TOTAL DE VISITAS