CLUBE PARANAENSE DE CICLISMO DE MONTANHA

BRASIL RIDE 2012 - 2° DIA






25/09/2012
24 de setembro 2012 – O segundo dia da Brasil Ride 2012 reafirmou o de ser uma "etapa da vida"' devido ao longo percurso de 143,6 quilômetros entre as cidades de Mucugê e Rio de Contas, percorrendo muitas trilhas, estrada de terra e travessias por lugares inospitos pela região com altas montanhas da Chapada Diamantina, Bahia.



A rotina numa ultramaratona de mountain bike é intensa, pois o acampamento desperta cedo, neste caso, aconteceu às 4 da manhã, num clima de apreensão, afinal, antecedia a largada de uma das etapas mais desafiantes do mundo numa competição neste formato, com duas serras que somam mais de 3300 metros de desnível acumulado (ou seja, subidas!) além do exótico singletrack apelidado de “vietnã”.


Após um café da manhã reforçado, os competidores largaram às 6 da manhã sob temperatura ideal para pedalar no coração do Brasil, com céu nublado e amenos 16 graus Celsius. Com isso o pelotão da frente avançou rapidamente pelo percurso, utilizando como referência o ponto de apoio 2 na cidade de Piatã, a mais alta cidade serrana de todo o Nordeste (1180 m de altitude), em que os moradores reçeberam os atletas com muita música e alegria.  
O piloto de automobilismo Christian Fittipaldi, que estreiou em sua primeira Ultramaratona de MTB: “Quando alinhei de manhã estava bastante nervoso, o que não acontece nas corridas de carro. Ao longo do percurso cheguei a empurrar a bicicleta, mas considero um grande resultado chegar ao final”, comentou Fittipaldi que emocionou-se na chegada ao relatar toda sua superação para completar o dia com 8 horas, 52 minutos e 22 segundos. Destaque também para a mais jovem atleta na Brasil Ride com 15 anos de idade: "É uma competição dura, mas muito bonita", disse Zsuzsa Gyurka de 15 anos, campeã nacional da Romênia, que compete ao lado do seu pai.


Na disputa pelo título da etapa “rainha”, o time de Portugal que veste a camisa amarela de líder fez uma estratégia de atacar os adversários na subida final, após os trechos técnicos.
“É uma etapa mítica da Brasil Ride, para mim é uma das etapas mais duras em toda minha vida, mas o importante é que nossa estratégia deu certo e chegamos ao final. Quero agradecer ao meu companheiro Tiago Ferreira pelo excelente trabalho, mas ainda temos 5 dias pela frente e vamos continuar lutando pelo título”, comentou Luís Leão Ferreira, da equipe Lapierre Cycles que assim estabeleceu um novo recorde da etapa com 6 horas e 21 minutos!



Uma das equipes favoritas, liderada por Bart Brentjens (campeão olímpico Atlanta 96) sofreu uma queda mais forte ao longo do percurso e terminou na 4ª colocação. O destaque ficou para os brasileiros, Gilberto Goís (atual campeão brasileiro de Maratona) e Josemberg Pinho “Montoya”, da equipe JC Bikes / TRUST, que terminaram na 3ª posição geral e asseguraram a camisa de líder como melhor time nacional. Os tchecos do time BMC Savo ficaram com o segundo lugar geral na etapa, e o time da Specialized Brasil, formado por Kohei Yamamoto e Daniel Carneiro, finalizou na quinta colocação geral.


O Brasil ainda foi destaque com vitórias nas categorias: mista, feminino, máster e grand máster. Mateus Ferraz, que compete com a alemã Ivonne Kraft assegurou a camisa de líder por mais um dia. Adriana Nascimento e Daniela Genovesi confirmaram o favoritismo e mantiveram a liderança; Abraão Azevedo e Paulo Freitas dominaram a categoria Máster, assim como o time formado por Marco Corrado e Marco Melo, de Ribeirão Preto/SP, que vestem pelo segundo dia a camisa rosa de líder nova categoria Grand Máster.


Brasil Ride 2012 tem o patrocínio da SHIMANO, RC BIKES, Governo da BAHIA /Bahiatursa-SUDESB. Frota oficial da FORD, vestuário oficial KAILASH. Suporte da Continental, Feel Good. Gorgeous, Isotônico Marathon, Mauro Ribeiro, Squirt e Valverde Ambulância.

ACESSE A GALERIA DE FOTOS AQUI

ESSE BLOG TEM O APOIO DE









"A EXPERIÊNCIA NO TRATO DE SUA BIKE"

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário