CLUBE PARANAENSE DE CICLISMO DE MONTANHA

MUNDIAL MASTER (ÚLTIMAS NOTÍCIAS)



















Balneário Camboriú reúne 300 atletas de 20 países para o Mundial Master de Mountain Bike
Pelo segundo ano consecutivo evento será na cidade catarinense
Provas terão transmissão ao vivo

As inscrições para o Campeonato Mundial de Mountain Bike estão na reta final. O prazo para garantir a presença no evento que pelo segundo ano consecutivo será em Balneário Camboriú (SC) termina à meia-noite do dia 13 de julho e as inscrições devem ser feitas diretamente no site 
www.ciclismosc.com.br


As provas de mountain bike, nas modalidades cross country olímpico e downhill, serão realizadas no Parque Unipraias de 19 a 24 de julho. O evento vai definir os campeões mundiais nas categorias Máster, com idades acima dos 30 anos. As disputas serão em sete categorias para ciclistas a partir dos 30 anos, divididas nas faixas etárias 30/34 anos, 35/39, 40/44, 45/49, 50/54, 55/59 e acima dos 60 anos.


A ficha de inscrição pode ser encontrada no link:


"É importante que o atleta se inscreva e garanta logo seu lugar na corrida, pois a ordem de largada é definida pela data do pagamento. Quem quer brigar pelo título é bom garantir um bom lugar no grid de largada", lembra João Carlos Andrade, presidente da Federação Catarinense de Ciclismo, organizadora do evento.

 PISTA REMODELADA

Andrade lembra ainda que o circuito de cross crountry foi remodelado e está menos radical que no ano passado. "Alteramos um pouco o trajeto e eliminamos alguns pontos críticos. A pista ficou menos radical, mas é desafiadora como deve ser uma pista digna de receber um Campeonato Mundial", completa.

No último domingo, dia 3 de julho, ambas as pistas do Parque Unipraias receberam a Copa Santa Catarina de Mountain Bike, que reuniu 142 atletas de downhill e cross country e serviu como um teste dos circuitos.

A pista de cross country tem um desnível de 159 metros, e oferece muitos trechos de trilha em single track, e alguns trechos de asfalto. Já a pista de Downhill tem início na cota de 252 metros sobre o nível do mar e oferece 1.230 metros de muitos obstáculos com uma inclinação que chega aos -30%.

Para a largada da prova de Downhill, o acesso ao mirante é feito pelo teleférico inaugurado em 1999 com 47 bondinhos que interligam três estações.

Além do Mundial Mastér, o Parque Unipraias já recebeu uma edição da Copa do Mundo de Mountain Bike na modalidade cross country olímpico (XCO) e duas de downhill (DHO). Em 2006, o mesmo lugar foi sede do Campeonato Pan-Americano de Mountain Bike.

O SUCESSO DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Essa é a segunda vez que Balneário Camboriú recebe o evento. No ano passado, o Brasil conquistou um total de 10 medalhas e contou com 500 inscritos de 28 países. O Brasil garantiu duas medalhas de ouro no Downhill com a paulista Patrícia Loureiro (categoria 30-39 anos) e com o carioca Robert Sgarbi na categoria 30-34 anos.

"Tivemos 100% de aprovação de todos os medalhistas e também do pessoal da UCI. Todo mundo gostou das pistas e de nossa organização. Temos o know-how de organizar grandes eventos, pois já recebemos duas etapas da Copa do Mundo e um Pan-Americano no Parque Unipraias. O sucesso do Mundial é resultado da semente que plantamos quase dez anos atrás, quando o Brasil ainda nem sonhava em receber um evento desse porte", comentou João Carlos Andrade, presidente da Federação Catarinense de Ciclismo.

Todas as provas terão transmissão ao vivo com três câmeras de todas as provas pelo site da Federação Catarinense de Ciclismowww.ciclismosc.com.br/mundial

DESTAQUES

No ano passado, o Brasil participou com quase 200 atletas e a Argentina foi o país estrangeiro com maior número de inscritos, com 93 ciclistas. O Chile veio em segundo com 48 inscritos e Colômbia e a Venezuela compareceram com 13 atletas cada. A Itália e França, grandes forças do mountain bike mundial, estiveram presente com 14 e 10 competidores respectivamente.

O evento já conta com quase 300 atletas inscritos de 20 países. Além do Brasil, o Mundial contará com competidores Alemanha, Argentina, Austrália, Canadá, Chile, Colômbia, Equador, Espanha, Estados Unidos, França, Grã Bretanha, Itália, Irlanda, Paraguai, Portugal, Peru, Noruega, Suécia, Suíça e Venezuela.

Já estão confirmadas as presenças de importantes nomes do Cross Country mundial. É o caso dos italianos Massimo Folcarelli (categoria 35-39) e de Mirco Balducci (30-34 anos), e do francês Jean Malot (50-54) que conquistaram o ouro no ano passado no Brasil.

Na modalidade Downhill, já estão inscritos o chileno Sebastian Vasquez (categoria 35-39 anos), o suíço Benoit Fellay (50-54) e do carioca Robert Sgarbi, campeões em suas respectivas categoria no ano passado.

Outros atletas de outras nacionalidades serão confirmados nos próximos dias.


MEDALHAS DO BRASIL EM 2010

CROSS COUNTRY
Adriana Nascimento (Prata) - 30-34
Marconi S. Ribeiro (Prata) - 30-34
Abraão Azevedo (Prata) - 40-44
Márcio Ravelli (Bronze) - 35-39
Raquel Contijo (Bronze) - 40-44


DOWNHILL
Patrícia Loureiro (Ouro) - 30-39
Robert Sgarbi (Ouro) - 30-34
Gilmara Leiner (Prata) - 40-44
Rogério Roberto (Bronze) - 30-34
Francisco Innamorato (Prata) - 45-49


Mais informações nos sites:


O Campeonato Mundial Master de Mountain Bike é uma realização da Federação Catarinense de Ciclismo com os apoios da Famm Eventos, Red Dragon Energy Drink, Chaplin Restaurante, Marias Rodízio de Pizza, BoxCar, Don Cordoni, Acatur, DH Brasil, Policia Militar de Santa Catarina, Root Rider TV, Univali, Boulevard Pizza, Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú e Parque Unipraias.

BM Press Assessoria de Imprensa
Marcos Adami - Jornalista responsável

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

VISITANTES ONLINE

site statistics

TOTAL DE VISITAS